Home     Produtos     Quem somos     Parceiros     Contato    
 
 <- Voltar

 

       Dorper é uma raça oriunda da África do Sul, desenvolvida nos anos de 1930 por uma questão de necessidade. Nesta década, os criadores da África do Sul exportaram carne de ovinos nativos, de rabo largo, para Londres. Mas esta carne foi totalmente rejeitada porque os ingleses estavam acostumados com carne de alta qualidade, proveniente da raça Canterbury, da Nova Zelândia. Em decorrência desse problema, os criadores resolveram investir no desenvolvimento de uma nova raça que atendesse essa alta qualidade desejada, produzindo um carneiro de corte, com excelente carcaça, e que pudesse ser criado nas regiões extensivas no semi-árido africano. No seu livro C Ganhando dinheiro com ovinos de corte C, Q. Campell, diz que o Dorper foi resultado de um dos melhores cruzamentos entre uma raça exótica e uma adaptada, Dorset Horn e do Blackhead Persian.
A Blackhead Persian, oriunda do deserto, garantiu a rusticidade, frugalidade, adaptabilidade, pigmentação, cobertura de pêlos, alta fertilidade e gemelaridade, e uma pele de excelente valor comercial. O Dorset Horn, conferiu crescimento rápido, boa cobertura muscular e excelente sabor da carne.
O produto do cruzamento recebeu o nome com as iniciais das duas raças: DORset + PER sian. Em 1946, a raça já estava pronta e ocupando boa parte dos rebanhos sul-africanos. Em 1950, fui fundada a Associação de Criadores deDorper.
Concomitantemente à criação da Associação, iniciou-se uma discussão a respeito da coloração do animal Dorper, se deveria ser totalmente branco (chamado de Dorset), ou se deveria apresentar a cabeça negra. Essa discussão perdurou até 1964, quando a Associação determinou que ambos os animais, brancos ou com cabeças pretas, teriam a denominação de Dorper.
A diferença na cor permite que o criador tenha a sua preferência. Cerca de 85% dos criadores de Dorper, membros da Sociedade de Criadores da Raça Ovina Dorper da África do Sul, criam o Dorper de cabeça preta.
A raça Dorper é, numericamente, a segunda raça mais criada na África do Sul, com mais de 10 milhões de cabeças, mais de 30% do total de ovinos do país, e se espalha rapidamente por muitos outros países.
No Brasil
Em 1955, foram importados animais das raças Dorper e BlackHead Persian do Canadá para o Ceará, e animais da Holanda para o Paraná. Em 1996, foram importados embriões para o Ceará. A partir do ano 2000, uma central de transferência trouxe mais 300 embriões, que foram implantados em receptoras Santa Inês.
A partir de então, a procura por animais da raça Dorper está em plena expansão.

Estima-se que no Brasil haja cerca de 3.300 cabeças, entre mestiços e Puros de Origem.

Parceiros
 
   
E-mail Página inicial Adicionar a favoritos Contato