Home     Produtos     Quem somos     Parceiros     Contato    
 
 <- Voltar

Nome Científico: Lecythis pisonis Sinonímia: Couroupita crenulata, Couroupita lentula, Lecythis amapaensis, Lecythis amazonum, Lecythis densa, Lecythis hoppiana, Lecythis marcgraaviana, Lecythis ollaria, Lecythis paraënsis, Lecythis pilaris, Lecythis setifera, Lecythis sphaeroides, Lecythis urnigera, Lecythis usitata, Lecythis velloziana, Pachylecythis egleri Família: Lecythidaceae Divisão: Angiospermae Origem: Brasil Ciclo de Vida: Perene A Sapucaia é uma árvore decídua, muito ornamental e frutífera, caracterizada pela copa densa que muda de cor e pelos frutos curiosos repletos de saborosas castanhas. Sua altura geralmente é de 5 a 15 metros, mas pode atingir 50 metros na floresta. Suas folhas são elípticas, verdes, glabras, acuminadas, alternas, com margens onduladas e serrilhadas. No inverno perde as folhas, que rebrotam na primavera, concomitante à floração, formando um belo espetáculo com sua cor rosa chocolate. As flores são delicadas, belas, de cor branco-violáceas e com numerosos estames. O fruto é do tipo pixídio, duro, pesado, seco e deiscente, de forma esférica a alongada, com textura lenhosa e uma tampa que se abre quando maduro, liberando as sementes grandes e comestíveis. A maturação do fruto leva de 10 a 12 meses e atrai a fauna silvestre, principalmente ávidos macacos e morcegos, seus principais dispersores. No paisagismo a sapucaia ainda é pouco explorada, apesar do seu incontestável valor ornamental e ecológico. A cor primaveril da folhagem nova é realmente bela e sua copa arredondada e densa, fornece sombra fresca noverão. Como perde as folhas no inverno, permite a passagem de luz, revitalizando e aquecendo o jardim. Suas doces e deliciosas castanhas são mais um motivo para plantá-la em jardins residenciais, corporativos, sítios e parques. Elas substituem com vantagens a castanha-do-pará in natura ou em receitas.

 

Parceiros
 
   
E-mail Página inicial Adicionar a favoritos Contato