Home     Produtos     Quem somos     Parceiros     Contato    
 
 <- Voltar

 

 

Família Leguminosae-Caesalpinoideae.

Características morfológicas - Altura de 8-10 m, com tronco de 30-40 cm de diâmetro. Folhas compostas pinadas, com 8-12 pares de folíolos de 3-5 cm de comprimento.

Ocorrência - Paraná e Santa Catarina na floresta de pinhais.

Madeira - Moderadamente pesada, compacta, dura, moderadamente durável.

Utilidade - A madeira pode ser empregada para obras leves, caixotaria, confecção de brinquedos, laminados, etc. A árvore em flor é um belo espetáculo da natureza, cobrindo toda a copa de círculos amarelos. E excelente para o paisagismo em geral, tanto pela beleza da floração como pela forma da copa. Tem sido muito utilizada para arborização de ruas na região sul do país. Como planta rústica e adaptada à insolação direta, não pode faltar nos reflorestamentos mistos destinados à recomposição de áreas degradadas de preservação permanente.

Informações ecológicas - Planta perenifólia, heliófita, característica das formações secundárias das florestas situadas em regiões de altitudes, como a mata de pinhais. Sua ocorrência no interior da mata primária densa é rara. Apresenta dispersão irregular e descontínua. Produz anualmente grande quantidade de sementes viáveis.

Fenología - Floresce nos meses de novembro-janeiro. A maturação dos frutos ocorre durante os meses de junho-julho.
Obtenção de sementes - Colher os frutos diretamente da árvore quando iniciarem a queda espontânea, ou recolhê-los no chão após a queda. Em seguida deixá-los ao sol para secagem e facilitar o quebramento com martelo e liberação dás sementes. Um quilograma de sementes contém aproximadamente 5.700 unidades. Sua viabilidade em armazenamento é superior a 10 meses, porém caruncha com facilidade.

Produção de mudas - Escarificar mecanicamente as sementes antes da semeadura para aumentar a germinação. Em seguida semeá-las em canteiros semi-sombreados ou diretamente em recipientes individuais contendo substrato organo-argiloso; cobri-las com uma leve camada do substrato peneirado e irrigar duas vezes ao dia. A emergência ocorre em 15-35 dias e, a taxa de germinação geralmente é inferior a 50%. Transplantar as mudas dos canteiros para embalagens individuais quando atingirem 4-6 cm, as quais atingem o tamanho ideal para plantio no local definitivo em 7-8 meses. O desenvolvimento das plantas no campo é moderado, podendo alcançar 2,5 m aos 2 anos..

 

 

Parceiros
 
   
E-mail Página inicial Adicionar a favoritos Contato